Oscar aposta em casal de atores para cativar audiência jovem

Se por um lado o Oscar está cada vez mais previsível, ao menos isso também significa mais espanto com as surpresas que inevitavelmente ocorrem em premiações.
Embora muitos especialistas já tenham coroado "O Discurso do Rei" como o melhor filme desta 83ª edição da maior festa do cinema americano --transmitida no Brasil a partir das 22h de hoje--, é possível esperar mais sustos do que os provocados pelos espalhafatosos vestidos das atrizes no tapete vermelho do Kodak Theatre.
O show de mais de três horas de duração trará novidades. Não haverá mais longas montagens celebratórias de filmes, apenas algumas curtas para chamar os prêmios.
Os tradicionais cenários serão substituídos por projeções digitais para relembrar a história de Hollywood. "Serão seis ou sete transições", disse o produtor Bruce Cohen ao semanário "The Hollywood Reporter".

AUDIÊNCIA JOVEM
Outra mudança será na dupla de apresentadores. Em vez de comediantes, serão os atores Anne Hathaway, 28, e James Franco, 32, que também disputa Oscar de melhor ator por "127 Horas".
Eles são os mais jovens a aceitar a tarefa na história do Oscar. É uma tentativa de rejuvenescer a audiência, espalhada por 200 países.
Ao contrário do ano passado, haverá números musicais das canções indicadas. Entre as performances confirmadas está a de Gwyneth Paltrow com "Coming Home", de "Country Strong".
Os francos favoritos à estatueta estão nas categorias de atuação. Natalie Portman, que faz a bailarina paranóica de "Cisne Negro", arrastou para casa todos os troféus da temporada e tem 40% dos votos numa pesquisa informal da revista "Entertainment Weekly".
Porém, nas últimas semanas, outra candidata começou a despontar e ficou com 35% dos votos: Annette Bening, a mãe lésbica de "Minhas Mães e Meu Pai", indicada pela quarta vez.
"Natalie fez um ótimo trabalho, mas ela terá incontáveis chances de ser indicada de novo, mas não sei quantas mais terá Annette", disse à revista um importante executivo, que não teve seu nome revelado por ser votante da Academia (é contra as regras do Oscar divulgar o voto).
Colin Firth, o protagonista de "O Discurso do Rei", lidera com folga as apostas, embora haja quem acredite numa surpresa com Jesse Eisenberg, que interpreta Mark Zuckerberg, o nerd bilionário de "A Rede Social", ou até mesmo o espanhol Javier Bardem, de "Biutiful".
Em 1999, o italiano Roberto Benigni surpreendeu ao ganhar o prêmio pela comédia "A Vida é Bela", batendo os favoritos Tom Hanks ("O Resgate do Soldado Ryan") e Nick Nolte ("Temporada de Caça").
NA TV
83º Oscar
Cerimônia de entrega
QUANDO hoje, às 22h, no TNT, e na Globo, às 23h59

Fonte:Folha


0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por comentar!

Baixar Brasil Baixar Templates Novos ET downloads